Super User

Super User

Selfies labore, leggings cupidatat sunt taxidermy umami fanny pack typewriter hoodie art party voluptate. Listicle meditation paleo, drinking vinegar sint direct trade.

Com a venda do WhatsApp para o Facebook em uma negociação de US$ 19 bilhões (cerca de R$ 45 bilhões), o ucraniano Jan Koum, um dos criadores do WhatsApp, passou a fazer parte do clube de bilionários do Vale do Silício. De acordo com a revista Forbes, ele deve passar a ter patrimônio de US$ 6,4 bilhões, entre dinheiro e ações do Facebook.

Diferentemente de outros nomes famosos do mundo da tecnologia, como Bill Gates, Mark Zuckerberg e Larry Page, Koum veio de uma família humilde e passou por dificuldades na adolescência. Em um extenso perfil, a revista Forbes conta a trajetória de Koum.

Jan Koum nasceu em 24 de fevereiro de 1976 em um vilarejo próximo a Kiev (Ucrânia) e foi para os Estados Unidos aos 16 anos com a mãe. A família entrou para o programa de assistência social para imigrantes e Koum semanalmente tinha que ir até o posto social de Mountain View para retirar um vale-alimentação que ajudava nas despesas da casa. O apartamento em que morou com a mãe também foi fornecido pelo governo dos Estados Unidos.

Para sustentar a família, a mãe de Koum trabalhava como babá. O jovem trabalhava como faxineiro em um mercado para ajudar nas despesas da casa. Alguns anos depois, Koum conseguiu uma vaga na Universidade de San Jose. Mas não chegou a concluir o curso. Entre 2000 e 2007 ele trabalhou no Yahoo!, onde conheceu Brian Acton, com quem criou o Whatsapp.

Koum e Acton deixaram o Yahoo! em 2007. Acton tentou empregos em outras empresas do Vale do Silício, incluindo o Twitter e o Facebook, sem sucesso. Em 2009 a dupla criou o WhatsApp, inicialmente com versão apenas para iPhone. O aplicativo cresceu rapidamente e neste ano chegou a mais de 430 milhões de usuários.

Oferta do Google

O Facebook não foi o único interessado em comprar o WhatsApp. Em meados do ano passado, segundo o site The Information , o Google teria oferecido alguns milhões de dólares apenas para ser avisado de alguma oferta de compra do WhatsApp.

Posteriormente, segundo a Forbes , o Google teria feito uma oferta de US$ 10 bilhões (cerca de R$ 24 bilhões) pelo WhatsApp. O serviço acabou sendo vendido para o Facebook por US$ 19 bilhões.

Os números do WhatsApp
- 450 milhões de usuários, dos quais 72% usam o app diariamente
- 32 engenheiros de software
- 50 bilhões de mensagens processadas por dia
- 500 milhões de fotos processadas por dia
- Nenhum dólar investido em promoção ou marketing

Fonte: IG

Um dos pontos de maior desafio da Corrida de São Silvestre é a subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, último obstáculo antes de chegar à Avenida Paulista, local da linha de chegada. Na disputa da 94ª edição, realizada nesta segunda-feira (31), a subida foi fundamental para definir os vencedores das provas masculinas e femininas: o etíope Belahy Bezabh (45min05s) e a queniana Sandrafelis Tuei (50min02s), respectivamente.

Como costume, as mulheres largaram primeiro, às 8h40 (de Brasília). A queniana Pauline Kamulu, de 24 anos, liderou os primeiros 14 quilômetros da disputa, mas perdeu força na subida final e não resistiu ao ataque da compatriota Sandrafelis Tuei.

A ultrapassagem aconteceu pouco depois do Viaduto 13 de Maio, parte final da subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio. Na liderança, Sandrafelis seguiu em um ritmo forte na entrada da Avenida Paulista e cruzou na primeira colocação. Sem esconder a expressão de desapontamento, Paulini cruzou em segundo.

A terceira colocação ficou com Mestawut, da Etiópia. A brasileira melhor colocada foi Jenifer Nascimento da Silva, na oitava posição. Ela compete pelo Pinheiros.

Os homens largaram quando o relógio marcava 9h05 (de Brasília). Diferentemente da prova feminina, a masculina teve um pelotão se destacando dos demais. Sete atletas da Etiópia, Quênia e Uganda brigavam centímetro a centímetro para ficar na frente. Eis que chegou a subida da Brigadeiro Luís Antônio.

Dono do ritmo mais forte nos primeiros quilômetros, o ugandense Maxwell Rotich ficou para trás logo nos primeiros metros da Brigadeiro. Conforme a subida era percorrida, apenas dois atletas ficaram com chances claras de vitória: Dawit Admasu e Belahy Bezabh.

No último trecho da Brigadeiro, Belahy colocou de lado e ultrapassou Admasu, atual vencedor da prova. Quando entraram na Avenida Paulista, o etíope já disparava na frente, impondo um bom ritmo para cruzar na primeira colocação. O brasileiro melhor colocado foi Giovani dos Santos, que terminou na oitava colocação.

Fonte: BOL

O governo federal publicou nesta sexta-feira, 28 de dezembro, no Diário Oficial da União, a Medida Provisória 869 que cria a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) e o Conselho Nacional de Proteção de Dados, duas peças fundamentais no caminho da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A publicação foi feita praticamente no encerramento do governo Temer. Um dos pontos de maior atenção é que o texto da MP aumenta o prazo de vacatio legis para 24 meses, e não mais 18, dando mais seis meses para as empresas se prepararem para a LGPD. Ela prevê que a ANPD terá 5 diretores e cria o Conselho Nacional de Proteção de Dados, com 23 representantes de diversos setores.

A MP 869 também modifica outros artigos da LGPD para ampliar o seu escopo de atuação. A medida pode, na opinião de advogados especializados e representantes de entidades envolvidas com a LGPD, reduzir a transparência da lei, especialmente sobre compartilhamento de dados entre os setores público e privado.

O texto também muda a figura do Data Protection Officer (o DPO), definindo que ele não precisa mais ser uma pessoa e permitindo que o cargo possa ser delegado a uma empresa, um comitê ou a um grupo de trabalho.

Polêmica e riscos
Em comunicado oficial distribuído para a mídia, a Associação Brasileira de Agentes Digitais (ABRADI) comenta o texto final da medida afirmando que “é bom, mas é ruim”, fazendo coro às críticas.

Um dos pontos mais polêmicos é que o texto final define que a agência nasce como um órgão vinculado à Presidência da República e não como uma autarquia independente, como estava previsto em um dos artigos vetados da LGPD, que seguia o modelo adotado pela grande maioria dos países que possuem uma legislação específica sobre proteção de dados pessoais.

Segundo o presidente da ABRADi e diretor-executivo da Marketdata, Marcelo Sousa, “a criação da ANPD por meio de uma MP foi um compromisso assumido publicamente pelo presidente Temer, que precisava ser tomado com urgência. Entretanto, ao vincular a criação da Autoridade à Casa Civil, há o risco de que o cumprimento da Lei tenha interferências políticas e não somente de ordem técnica”.

O risco, segundo Marcelo Sousa, “exigirá uma participação ativa dos movimentos associativos, no sentido de monitorar e influenciar as decisões da autoridade para garantir que elas promovam o uso consciente dos dados por parte das empresas e, ao mesmo tempo, preservem um ambiente de negócios justo e equilibrado”. Sousa diz que a ABRADi já está se organizando, juntamente com outras entidades do setor de comunicação, para pleitear uma das cadeiras previstas no Conselho Nacional de Proteção de Dados.

Em entrevista ao blog Porta 23, Leonardo Palhares, presidente da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) e sócio do Almeida Advogados, diz que é essencial que os diretores-conselheiros sejam especialistas e tenham independência para tomar suas decisões e que o conselho seja ser multissetorial e autônomo também.

Pontos de atenção

O consultor jurídico da ABRADi sobre privacidade de dados, Dr. Vitor Andrade, sócio da LTSA Advogados, levanta outro ponto de atenção sobre a sustentação financeira e autonomia orçamentária da ANDP, uma vez que a MP prevê que ela seja criada sem aumento de despesa para União. Para o advogado, esse modelo exige cautela e controle na aplicação e cobranças de multas em caso de descumprimento da LGPD.

Abaixo segue o resumo dos principais pontos da MP 869, preparado pela ABRADi:

* Alteração promovida no artigo 20, da LGPD, que dispensa o agente de tratamento de dados de realizar revisão por pessoa natural das decisões automatizadas, quando solicitado pelo titular.
* Dilação da vacatio legis para 24 meses a contar da publicação da Medida Provisória, Esta vacatio se aplica a todos os artigos que não sejam referentes à criação da Autoridade (ANPD), estes últimos entram em vigor na data de hoje.
* Tratamento para fins acadêmicos não está sujeito à aplicação da LGPD (art.4º);
* Possibilidade de compartilhamento de dados de saúde, em caso de necessidade para prestação de serviço de saúde suplementar (art.11);
* Criação de novas possibilidades de compartilhamento de dados entre o Poder Público e entidades privadas (art.26);
* Ausência de necessidade de informar a ANPD acerca do compartilhamento de dados entre pessoa jurídica de direito público e privada, tão somente, de coleta do consentimento do titular (art.27);
* A Autoridade que seria uma autarquia especial vinculada ao Ministério da Justiça passou a órgão da presidência. O seu Conselho * Diretor não será mais composto de apenas 3 conselheiros, mas de 5 (art.55-A/55-E);
* Manutenção do Conselho Nacional de Proteção de Dados e da Privacidade, sua estrutura multisetorial e multidisciplinar e principais competências em relação aos artigos vetados da LGPD (art.58-A);
* Revogação dos § § 1º e 2º do artigo 7º, da LGPD, os quais tratavam da informação do tratamento ao titular em casos de tratamento realizado pela administração pública ou por obrigação legal/regulatória.

Fonte: ITF 365

A Universidade Regional do Cariri (URCA) publicou edital (nº 09/2018-GR ) com abertura das inscrições do concurso público com vagas destinadas a professores da instituição. Serão 81 vagas aos cargos de Professor Substituto e Temporário.

As inscrições tiveram início hoje (26) e seguem até o dia 4 de janeiro do próximo ano. O candidato deve increver-se exclusivamente pela internet, na página eletrônica da URCA (www.urca.br ou prograd.urca.br), devendo o candidato preencher o requerimento de inscrição com todas as informações solicitadas e imprimir o requerimento de inscrição. A taxa, no valor de R$ 120,00, será paga através de documento gerado que também deve ser impresso no ato da inscrição.

Fonte: Diário do Nordeste

A entrega do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, prevista para amanhã (28), deve ficar para a gestão de Jair Bolsonaro (PSL). A cerimônia havia sido confirmada entre os dias 26 e 28 de dezembro pelo ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, no início deste mês, mas a Pasta, confirmou para o Diário do Nordeste que não há nenhum evento agendado para os próximos dias.

Esta é a quinta vez que a entrega das obras do Eixo Norte é adiada. A última previsão era que as águas chegassem ao Ceará neste mês de dezembro, mas o atraso se deu pela reparação do vazamento que aconteceu no dique da barragem de Negreiros, em Salgueiro (PE), detectado no último dia 16 de agosto. Na época, 35 famílias que vivem na Vila Produtiva Rural de Negreiros tiveram que ser retiradas de suas casas por segurança.

Após três meses do incidente, o Ministério da Integração Nacional admitiu que isso prejudicou o cronograma da obra. Por isso, a nova data, com prazo até o dia 28 de dezembro, foi dada. No entanto, a chegada das águas ao solo cearense demoraria entre dois a três meses, já que as barragens Negreiros, em Salgueiro, e Jati, no município homônimo, devem ficar cheias antes de transportar o recurso hídrico.

Segundo o Ministério da Integração, as obras do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco estão em fase final com mais de 97% dos serviços concluídos. Todas as grandes estruturas para conduzir a água aos estados beneficiários estão prontas - estações de bombeamento, túneis, aquedutos, canais etc. Os trabalhos remanescentes continuam com turnos 24 horas, sobretudo no trecho entre os municípios de Salgueiro (PE) e Jati (CE), responsável por dar funcionalidade ao empreendimento.

Atualmente, as águas do "Velho Chico" já avançam por 80 quilômetros no Eixo Norte, através de canais e outras estruturas - da captação, em Cabrobó (PE), até a terceira estação de bombeamento (EBI-3), em Salgueiro (PE). No trajeto, o Eixo Norte vem atendendo mais de 12 mil moradores em comunidades rurais nos municípios pernambucanos de Cabrobó e Terra Nova.

Caminho das águas

Em solo cearense, as águas do São Francisco seguirão de Jati pelo Cinturão das Águas do Ceará, obra estadual, através do chamado "eixo emergencial", que percorre 53 km em canais, túneis e sifões, até seguir pelo Riacho Seco, em Missão Velha. Deste, desembocará no Rio Salgado, fluindo até o Açude Castanhão que, pelo Eixão das Águas, abastece a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Fonte: Diário do Nordeste

Duelo épico no UFC

Dezembro 27, 2018

Ainda que uma confusão de última hora envolvendo Jon Jones tenha tirado o UFC 232 de Las Vegas, o evento de sábado (29), no The Forum, em Los Angeles, tem todos os ingredientes para entrar na galeria dos momentos épicos da franquia. O duelo pelo título dos meio-pesados entre o norte-americano e o sueco Alexander Gustafsson já faz parte da história do MMA. O novo capítulo, claro, é aguardado pelos fãs.

Como se não bastassem a volta de Jon Jones após longo gancho por doping - lutou pela última vez em 29 de julho de 2017 - e a polêmica em razão de um novo exame ter encontrado resquícios de turinabol em seu organismo, o adversário será o da eleita melhor luta do ano de 2013.

Talvez venha daí o esforço do presidente Dana White para que a dupla se encontrasse no retorno de Jones. Tanto que um evento inteiro foi transferido para Los Angeles, não um combate cancelado ou um lutador substituído. Os torcedores, dirigentes e lutadores querem a repetição daquilo que ocorreu em 21 de setembro de 2013.

No UFC 165, em Toronto, os dois protagonizaram uma das maiores lutas da história do evento. Jones manteve o cinturão após cinco rounds sangrentos. Venceu por pontos - decisão unânime -, mas apanhou muito, levou sufoco e claramente viu de perto a possibilidade de deixar o domínio da categoria.

Aquela noite fez Gustafsson ser respeitado no mundo do MMA e visto como um dos grandes da divisão. O sueco promoveu a cena inédita de um "imbatível" Jon Jones sangrando e desnorteado em alguns momentos. Foi assim até o terceiro round, quando o norte-americano começou a dar as cartas. No quarto round, Jones por pouco não nocauteou o oponente.

Naquele momento, a arena já delirava com dois lutadores de nível altíssimo em um combate franco. Gustafsson ganhou a simpatia dos torcedores, que vaiaram quando a decisão em favor de Jon Jones foi anunciada. Desde então, se espera a revanche. Alguns, inclusive, já se empolgam com a possibilidade de uma trilogia, digna dos grandes protagonistas da franquia.

Gustafsson terá a terceira chance de conquistar o cinturão meio-pesado do UFC. Além de Jones, ele também perdeu para Daniel Cormier. O sueco soma 18 vitórias e quatro derrotas. O norte-americano acumula 22 triunfos, um revés e uma luta sem resultado. Uma nova página na carreira de cada um deles será escrita em Los Angeles.

UFC 232 29 de dezembro de 2018, em Los Angeles (EUA)

Card principal
Meio-pesado: Jon Jones x Alexander Gustafsson
Pena: Cris Cyborg x Amanda Nunes
Meio-médio: Carlos Condit x Michael Chiesa
Meio-pesado: Ilir Latifi x Corey Anderson
Pena: Chad Mendes x Alex Volkanovski

Card preliminar
Pesado: Andrei Arlovski x Walt Harris
Pena: Cat Zingano x Megan Anderson
Galo: Douglas D'Silva x Petr Yan
Leve: B.J. Penn x Ryan Hall
Galo: Nathaniel Wood x Andre Ewell
Médio: Uriah Hall x Bevon Lewis
Médio: Curtis Millender x Siyar Bahadurzada
Galo: Montel Jackson x Brian Kelleher

Fonte: UOL

Rally Piocerá 2019

Dezembro 27, 2018

Pilotos, navegadores, atletas e toda a equipe da organização já estão em contagem regressiva para o Rally Piocerá 2019. Falta apenas um mês para a tradicional prova do off-road nacional, que começa em 21 de janeiro, em Teresina (PI) e segue até o dia 25 do mesmo mês, rumo a Juazeiro do Norte (CE).

A competição reúne ao todo cinco modalidades - Motos, Carros 4x4, Quadriciclos, UTVs (espécie de buggy), Bikes - e movimenta mais de 30 municípios nos estados do Piauí e Ceará, entre eles Amarante, Floriano, Oeiras, Picos, Iguatu, cidades-dormitório da 32ª edição.

Para os veículos a motor, a prova terá mais de 1.200 quilômetros. Já para as Bikes, o percurso soma nos quatro dias 300 quilômetros. Há também o Desafio Audax Bike Day, opção para os ciclistas que quiserem participar de apenas um dos dias do evento.

Nas Motos, a novidade é a categoria Moto Turismo, que pode ser realizada tanto em caráter de competição no asfalto e com planilha no formato digital ou apenas como passeio, com objetivo de conhecer as atrações turísticas, ambientais e culturais da região.

Muito mais que um rali, o Piocerá também prove shows e atrações para o público local, além de diversas ações sociais nas regiões por onde a competição passa.

Inscrições

Ainda dá tempo para se inscrever no Rally Piocerá 2019. Basta acessar o site www.piocera.com.br ou pelos telefones (86) 98847-0308 ou (86) 3231-0910. O prazo vai até 15 de janeiro.

O Rally Piocerá 2019 é organizado pela Radical Produções e tem patrocínio do Consórcio Honda e Governo do Ceará; apoio da Prefeitura Municipal de Teresina, Audax, Reron e Teresina Shopping; colaboração das Prefeituras de Amarante, Floriano, Iguatu, Juazeiro do Norte, Barbalha e Piauí Shopping. O evento também tem parcerias com o Sebrae e Prefeituras de Monsenhor Gil, Miguel Leão, Angical do Piauí, Francisco Ayres, Oeiras, no Piauí, além de Araripe e Jucás, no Ceará. Mídia oficial: Pró Moto. Resgate médico: Anjos da Vida. Segurança oficial: Cet Seg.

Programação Rally Piocerá 2019

21/01/2019 - Segunda-feira
8h00 às 15h00 - Vistoria técnica e administrativa
8h30 às 9h00 - Briefing Bikes
9h10 às 9h40 - Briefing Motos
9h50 às 10h20 - Briefing UTVs, Quadriciclos e Motos Rally
10h30 às 11h00 - Briefing Carros 4x4
19h30 - Largada Promocional

22/01/2019 - Terça-feira
Regularidade - Teresina (PI) a Floriano (PI) - 360 km
Bikes - Amarante (PI) a Floriano (PI) - 110 km

23/01/2019 - Quarta-feira
Regularidade - Floriano (PI) a Picos (PI) - 298 km
Bikes - Oeiras (PI) a Picos (PI) - 115 km

24/01/2019 - Quinta-feira
Regularidade - Picos (PI) a Iguatu (CE) - 420 km
Bikes - Circuito Iguatu (CE) - 60 km

25/01/2019 - Sexta-feira
Regularidade - Iguatu (CE) a Juazeiro do Norte (CE) - 198 km
Bikes - Circuito no Cariri (CE) - 80 km
20h - Premiação

Fonte: Piocera

Ainda que o Android TV esteja longe de ser um dos líderes do mercado de streaming, o aparelho continua vendo sua base de usuários crescer a cada ano, e reservou uma boa surpresa para seus acionistas neste fim de ano: o fato de que o sistema operacional já é utilizado por mais de 100 provedores de TV digital ao redor do mundo.

Revelada pelo diretor sênior de gerenciamento de produto do Android TV, Shalini Govil-Pai, em entrevista para o site Multichannel News, o diretor afirmou que o sistema tem sido utilizado por mais de cem operadores de TV digital ao redor do mundo — principalmente na Ásia e na Europa, que correspondem a cerca de metade de toda a base de usuários do aparelho.

Mesmo que o aparelho continue em um patamar abaixo dos líderes do mercado (e que a empresa não tenha lançado nenhuma atualização de hardware para o Android TV Box nos últimos anos), o sistema operacional dobrou sua base de usuários este ano, e tem visto um número maior de set-top boxes e smart TVs utilizando a plataforma, assim como um aumento no número de operadoras que a adotaram. Entre as principais, a TiVo já avisou que levará para a CES 2019 um aparelho da empresa que utiliza o Android TV, enquanto a AT&T está desenvolvendo uma streaming box que utiliza uma versão modificada do software da Google.

Fonte: Canaltech

O Japão anunciou nesta quarta-feira (26) sua retirada da Comissão Internacional da Baleia (IWC, na sigla em inglês) no próximo ano e a retomada da caça comercial nas águas territoriais e na zona econômica exclusiva do país a partir de julho. A decisão foi lida pelo porta-voz do governo, Yoshihide Suga, que também anunciou o fim da prática polêmica na Antártida.

"A partir de julho de 2019, depois que a saída entrar em vigor em 30 de julho, o Japão realizará a caça comercial de baleias dentro do mar territorial do Japão e de sua zona econômica exclusiva, e cessará o abate de baleais no Oceano Antártico/Hemisfério Sul", disse o secretário-chefe de gabinete, Yoshihide Suga, em um comunicado ao anunciar a decisão.

O Japão era membro da IWC desde 21 de abril de 1951. A organização foi criada há sete décadas para garantir a preservação desses cetáceos e impedir sua caça indiscriminada nos oceanos. Em 1986, impôs a proibição da caça comercial, depois que algumas espécies foram praticamente levadas à extinção pela pesca predatória.

Desde 1987, o Japão permite que se matem baleias apenas com fins científicos, mas essa é uma questão controversa. Críticos e organizações de proteção dos animais afirmam que o programa é usado para encobertar a caça comercial, já que a carne é vendida no mercado.

Os japoneses alegam que comer carne de baleia faz parte da cultura do país.

Em setembro desse ano, o Japão tentou derrubar a proibição à caça comercial durante a reunião da organização em Santa Catarina, mas foi derrotado em votação.

Em 2014 o Tribunal Penal Internacional determinou que o Japão deveria suspender a caça na Antártida – o que Tóquio fez durante uma temporada, reduzindo o número de animais e espécies visados, mas reiniciou na temporada 2015-2016.

O porta-voz do governo japonês disse que, após a sua retirada da organização, o país atuará como observador dentro da IWC e assegurou que o governo de Tóquio continua comprometido com a gestão dos recursos marinhos de acordo com dados científicos.

Repercussão
Austrália e Nova Zelândia saudaram a decisão de abandonar a caça às baleias na Antártida, mas expressaram decepção pela decisão do Japão se envolver no abate dos mamíferos oceânicos.

O Greenpeace condenou a decisão e contestou a afirmação de que os estoque de baleias se recuperaram, observando que a vida marinha está ameaçada pela poluição e pela pesca excessiva.

"A declaração de hoje está em desacordo com a comunidade internacional, sem falar na proteção necessária para salvaguardar o futuro dos nossos oceanos e criaturas majestosas", diz a nota da ONG.

"O governo do Japão deve agir urgentemente para conservar os ecossistemas marinhos, em vez de retomar a caça comercial de baleias", afirma o comunicado.

Fonte: G1

Por mais que a sua empresa ou comércio ofereça produtos de qualidade com preços competitivos em relação à concorrência, nada disso será suficiente se o seu serviço de atendimento não for rápido e eficiente. Por isso, otimizar os processos internos de sua frente de caixa é fundamental para o sucesso de seu negócio.

A falta de agilidade no atendimento pode prejudicar a imagem do seu estabelecimento, afinal, um consumidor insatisfeito dificilmente retorna para um lugar que proporcionou uma experiência desagradável. Além disso, esse cliente pode propagar uma ideia negativa sobre o seu negócio para outras pessoas.

Muitos empresários e comerciantes consideram a frente de caixa apenas como o local o qual os clientes realizam o pagamento de suas compras, e não se dão conta de que o lugar é o espaço ideal para garantir boas experiências ao seu público e aumentar as vendas. Se esse é o seu caso, continue lendo este artigo e saiba mais sobre esse setor estratégico.

O que é frente de caixa?
Essa área corresponde ao espaço onde o consumidor finaliza a sua compra, confere os valores dos produtos (ou serviços) e realiza o pagamento devido — ou seja, a frente de caixa é o local onde o processo se materializa. Por isso, investir nessa seção é fundamental para que a experiência final do cliente seja eficiente e satisfatória.

E a melhor forma de garantir um bom funcionamento é investir em equipamentos e sistemas específicos para o setor. Assim, o colaborador ou a equipe terá a disposição as ferramentas necessárias para otimizar as operações e os processos internos — como a impressão de cupons fiscais, leitura de códigos de barras e recebimento facilitado.

Além disso, um sistema de frente de caixa permite maior controle de suas vendas, ampliação das formas de pagamento, integração de outros setores da empresa ou comércio e agilidade no serviço de atendimento.

Conheça outros 5 benefícios que um sistema de frente de caixa pode conferir ao seu estabelecimento:

Quais os benefícios que um sistema de frente de caixa oferece?
Além das vantagens acima, existem outros proveitos que a implementação de uma tecnologia pode conferir à sua empresa. Confira abaixo.

1. Aumenta a satisfação do cliente
O seu comércio pode até estar localizado em um bom ponto, oferecer os melhores produtos e praticar preços atrativos, mas se a loja não atender às expectativas dos consumidores, não proporcionará experiências positivas. E um dos principais fatores que comprovam a percepção de qualidade de um atendimento é a agilidade no processo.

Basta imaginar que todo apoio e assistência prestados por vendedores nos estabelecimentos comerciais podem ir por água abaixo caso ocorra alguma demora na conclusão do pagamento de sua compra. Ou seja, ele é tão importante quanto investir em marketing de relacionamento.

Por isso, seu caixa precisa estar em condições de finalizar o negócio e receber o pagamento de seus clientes de forma rápida, prática e segura. E a melhor forma de conseguir essa facilidade é por meio de um sistema de frente de caixa equipado com as funcionalidades necessárias para otimizar as operações.

Assim, ao adquirir um produto de qualidade, por um valor atrativo, em um estabelecimento que ofereça um atendimento ágil e eficiente, o seu cliente certamente ficará muito satisfeito com o resultado final — e consumidor realizado é garantia de fidelização.

2. Melhora o controle financeiro
Sem uma frente de caixa bem estruturada será difícil organizar sua contabilidade e manter controle sobre o seu fluxo financeiro. Além de facilitar a emissão de cupons e notas fiscais, os softwares de gestão permitem que o empresário tenha acesso à sua relação de contas a pagar e a receber de forma rápida e simplificada.

Por meio dos sistemas é possível controlar diariamente o fluxo de caixa, emitir balancetes, demonstrativos e relatórios, realizar comparativos de receitas e despesas, controlar e conciliar cartões de crédito, conta-corrente e tesouraria, entre outros. Por isso, investir em um software de gestão de frente de caixa é sinônimo de melhorar o controle financeiro de seu negócio.

3. Permite maior eficiência fiscal
Com a tecnologia cada vez mais presente em nosso dia a dia, estabelecimentos de todos os portes estão aderindo aos meios eletrônicos para automatização de suas operações, como a emissão de cupons fiscais — afinal, são eles que documentam a movimentação financeira dos negócios.

Quando a empresa não dispõe de ferramentas e softwares adequados para os processos, como a emissão de notas e repasse à contabilidade, o risco de cometer erros ou imprecisões é grande. Já os sistemas permitem que os documentos sejam armazenados, conferidos e repassados ao Fisco de forma eletrônica — sem riscos ou desvios.

Alguns softwares apresentam recursos de captura automática de arquivos XML em notas fiscais de compra, ou seja, essa função facilita o trabalho dos estabelecimentos que precisavam apurar individualmente cada nota para posterior registro e armazenamento dos arquivos.

4. Aperfeiçoa o gerenciamento
Um único sistema pode disponibilizar todas as funcionalidades necessárias para o gerenciamento de seu comércio, além de simplificar as principais funções e integrar os processos com o banco de dados da empresa. Essa facilidade é uma forma de aperfeiçoar a gestão dos negócios.

Por exemplo, ao integrar o processo de vendas com o estoque é possível identificar os produtos disponíveis, controlar as perdas de mercadorias e realizar inventários de forma prática e rápida por meio dos coletores de dados — eliminando recontagens manuais, conferências de mercadorias e auditorias.

Além disso, o mesmo software permite a gestão dos cupons fiscais, notas eletrônicas, fluxos de caixas e controle financeiro. Por isso, se todas as etapas do processo de atendimento estiverem automatizadas e integradas no sistema, a empresa vai poder oferecer um atendimento mais eficiente e rápido aos clientes e reduzir o tempo de espera nas filas.

5. Oferece praticidade e agilidade
Um sistema de frente de caixa adequado permite que o atendimento final seja realizado de forma ágil e segura — afinal, tanto a leitura de código de barras dos produtos quanto a impressão do cupom fiscal e o pagamento são processos que podem (e devem) ser automatizados.

Os softwares também permitem a inclusão de várias formas de pagamento — assim, você conquista uma vantagem diante da concorrência e, ainda, consegue atingir um número maior de clientes.

Além disso, alguns sistemas são tão descomplicados e práticos, que oferecem diversos recursos e facilidades, como a disponibilização de tabelas e gráficos sobre suas vendas — eles podem facilitar muito seus planejamentos e futuras decisões.

Quais os resultados que o sistema confere aos pequenos negócios?
Minimercados, mercearias e estabelecimentos do tipo geralmente atendem o público local. Seus espaços costumam ser menores, assim como suas ofertas de marcas e produtos. No entanto, mesmo os pequenos negócios precisam de uma gestão eficiente.

Itens como prazos de validade, sazonalidade e mercadorias em estoque precisam ser observados constantemente, afinal, eles podem comprometer o fluxo de caixa do seu comércio. Outro aspecto importante é a abertura e o fechamento do caixa — o ideal é contar com um software de gestão que controle com eficiência toda a sua movimentação.

Todos esses processos podem ser facilitados com um sistema de frente de caixa. Além disso, com o uso da tecnologia é possível realizar cadastros de forma rápida, ter acesso a relatórios e informações no tempo que quiser, integrar todos os setores da loja e, claro, agilizar o atendimento de seu comércio.

Investir em um sistema de frente de caixa é a melhor maneira de gerenciar o seu negócio. Por meio de um software adequado é possível otimizar os processos, manter maior controle sobre todos os setores, e ainda, oferecer um atendimento rápido, seguro e diferenciado ao seu cliente.

Se você gostou deste texto, certamente terá interesse em entender os 4 motivos pelos quais suas estratégias de compras não estão funcionando. Aproveite e se inscreva em nossa newsletter para não perder nenhum dos nossos conteúdos. É só preencher o formulário abaixo!

Fonte: Casa Magalhães

© 2019 Cariri Online. All Rights Reserved.