Super User

Super User

Selfies labore, leggings cupidatat sunt taxidermy umami fanny pack typewriter hoodie art party voluptate. Listicle meditation paleo, drinking vinegar sint direct trade.

Acordo abrange os jogos das Eliminatórias da Copa do Qatar realizados no Brasil e todos os amistosos em TV aberta, paga e PPV.

Globo, Globosat e CBF anunciam que o Grupo Globo adquiriu com exclusividade os direitos relativos à transmissão dos jogos da seleção brasileira em TV aberta, TV paga e PPV, pelo período de novembro de 2017 a dezembro de 2022.

O acordo abrange todos os jogos das Eliminatórias realizados no Brasil para a Copa do Mundo da FIFA Qatar 2022, e os amistosos, em qualquer país, também no período 2017/2022, incluindo as duas próximas partidas da Seleção, contra Japão e Inglaterra.

Os direitos para as plataformas digitais já tinham sido adquiridos em setembro pelo Grupo Globo.

O Grupo Globo reforça assim o seu compromisso com a seleção brasileira, com a qualidade das suas transmissões e o esforço diário de levar o melhor conteúdo, na melhor forma, para seu público e parceiros.

A CBF considera extremamente positiva a continuidade da parceria com o Grupo Globo para levar os jogos da Seleção a toda a torcida brasileira.

Uma conta que não fecha. Esta é a avaliação do especialista em marketing esportivo, Amir Somoggi, sobre a possível contratação de Kaká pelo São Bento. O assunto virou notícia nos últimos dias depois que o presidente do clube sorocabano, Márcio Rogério Dias, confirmou o interesse no meia de 34 anos para a disputa do Paulistão e da Série B do Campeonato Brasileiro em 2018.

"Com todo o respeito ao São Bento, mas o patrocínio do clube talvez pague o condomínio da casa do Kaká", analisou Somoggi em contato com o R7.

A proposta que o clube pretende apresentar ao jogador é semelhante à feita pelos representantes do atacante Adriano Imperador, que segundo o São Bento, foi oferecido recentemente à equipe. Um salário fixo, dentro do teto do time (R$ 30 mil), mais a cessão de um espaço na camisa e no calção do uniforme para que Kaká possa negociar e aumentar sua receita.

"A possibilidade disso se viabilizar é zero. O São Bento precisa colocar os pés no chão e pensar que tipo de jogador está dentro da realidade do clube e que possa realmente fazer a diferença, não só fora de campo em termos de marketing, mas dentro de campo, em termos esportivos", avaliou Somoggi, que defende a construção de credibilidade para os clubes. "Estes boatos de Kaká, Adriano, não passam de 'balões de ensaio'. [jargão jornalístico para caracterizar informações propositadamente vazadas a fim de verificar de antemão possíveis efeitos]. Não agregam muito para a marca a longo prazo. Fazem o clube aparecer por um momento, mas na prática é pouco. O que vale é montar um time competitivo, como a Chapecoense fez, por exemplo. A Chape poderia ter feito esse 'balão de ensaio', mas preferiu montar um time que foi campeão", explica.

De fato, segundo o especialista, a contabilidade não encaixa no caso do São Bento. O clube deve faturar em 2018 cerca de R$ 4 milhões com direitos de televisão pelo Campeonato Paulista e outros R$ 3 milhões, no máximo R$ 4 milhões pela Série B. Some outros R$ 500 mil de bilheteria e mais R$ 500 mil de patrocínio. Na mais positiva das hipóteses, a arrecadação do Azulão Sorocabano pode alcançar R$ 10 milhões no ano.

"Isso não corresponde nem a metade do que o Kaká ganha na MLS [o brasileiro tem o maior salário da liga norte-americana de futebol, cerca R$ 25 milhões por temporada]. E tem mais: o clube cede o espaço de patrocínio para o jogador, mas como faz para pagar a folha salarial do restante do elenco", questionou Amir Somoggi. "Não dá, não tem a menor chance. Nem que o São Bento desse um pedaço do clube como garantia para o negócio, que o Kaká virasse credor".

Segundo dados do Footstats, no Paulistão do ano passado o São Bento teve em média 3.252 torcedores por partida no Estádio Municipal Walter Ribeiro, o popular CIC. Com isso o clube arrecadou mais de R$ 750 mil mandando os jogos na cidade de Sorocaba.  

Apesar do desejo do São Bento, o destino mais provável de Kaká, que não renovou com o Orlando City, ainda é o São Paulo, clube com o qual o craque tem grande identificação. O jogador ainda não recebeu proposta oficial do Tricolor, mas já tem o nome ventilado por dirigentes do clube, que esperam abrir negociações o mais rápido possível para garantir o ídolo para a próxima temporada. Caso não feche com o São Paulo, Kaká deverá pendurar as chuteiras.

O Cariri Oriental está próximo de ter um representante na série B do Campeonato Cearense de Futebol. Sábado passado o União Brejo Santo aplicou uma goleada histórica de 10 a 0 no Crato. O jogo terminou com o time aplaudido de pé pelos torcedores que quase lotaram as arquibancadas do estádio Geraldo Alves.

Nós também estivemos no estádio e fizemos uma rápida transmissão na nossa página no Facebook. Embora curta, permitiu que milhares de pessoas assistissem ao vivo, 5 dos 10 gols marcados pelo time da casa.

10 Gols em um só jogo
Os gols foram marcados por José Elenilton aos 6 minutos, Tiago Sousa aos 09 e 33 do primeiro tempo e aos 08, 15 e 31 minutos do segundo tempo, Adson da Silva aos 11 minutos do primeiro tempo, Francisco Luciano aos 41 minutos do primeiro tempo e Wildson Sales que marcou aos 34 e em seguida aos 35 do segundo tempo.

Classificação histórica
Depois da goleada de ontem e da vitória de hoje do Barbalha sobre o Campo Grande, o União Brejo Santo está oficialmente classificado para a semi final da série C do Campeonato Cearense. É a primeira vez que uma equipe de Brejo Santo chega tão longe na competição.  O próximo desafio será sábado às 15:30, em Barbalha contra o time da casa. A partida vale o primeiro lugar no grupo.

Apoio
A Prefeitura de Brejo Santo, através da sua Secretaria de Esporte e Juventude tem dado total apoio à equipe e continuará incentivando. A meta é ter um representante do município junto à elite do futebol cearense. Fernando Olivier, Pinga diretor de futebol, Gilmar Mendes técnico da equipe, Mazinho Loiola auxiliar técnico,  João Marcelo fisioterapeuta, Steferson massagista e todo o elenco têm feito um trabalho fundamental para a conquista desses resultados e a torcida tem compreendido ao ponto de garantir um bom público em todas as partidas. Detalhe, a maioria dos ingressos tem sido adquiridos antecipadamente.

Nosso Apoio
Desde o primeiro momento que fomos contactados pelo secretário do esporte e juventude Sérgio Rufino, que temos dado o total apoio à equipe do União, quer seja aqui no Blog ou no Grande Jornal da Integração Regional.

Após prestigiar o casamento da modelo Michelle Alves com o empresário Guy Oseary na noite de terça-feira, dia 24, Madonna decidiu visitar o Morro da Providência, no centro do Rio de Janeiro.

Durante sua passagem pela comunidade, a cantora posou ao lado de policiais armados com fuzis e foi muito criticada pelos seus fãs.

"Tentaram me dar uma multa no meu caminho para a Lua", escreveu a diva pop na legenda do clique, no qual aparece usando óculos escuros, chapéu e roupa camuflada de militar.

Os internautas, porém, parecem não ter aprovado a foto da artista: "Você sabia que mais de 700 pessoas foram mortas pela polícia neste ano? Favela não é circo!", "Isso é uma zona de guerra, não um ponto turístico. Atitude ridícula!" e "Parabéns, você está posando com assassinos de negros!", foram algumas mensagens deixadas pelos usuários da rede social.

A estrela ainda visitou o Espaço Cultural Casa Amarela, que promove ações sociais e educacionais na comunidade.

Se você está se preparando para os vestibulares, sabe que, às vezes, é difícil resistir à tentação de entrar na internet ou de visualizar aquela mensagem que acabou de receber no celular, prejudicando a sua rotina de estudos. Com isso, o estudante perde tempo, fica cansado e com a mente acelerada, o que atrapalha o seu desempenho nas provas. Mas existem maneiras de usar a tecnologia a seu favor! Quer saber como?

O professor Marcelo Dias Carvalho, do Grupo Etapa, lembra que esse é um tema que precisa de atenção por parte dos alunos. “Nós sabemos que eles ficam conectados 24 horas e procuramos conversar sempre para que a tecnologia seja utilizada de maneira mais benéfica com menos perda de tempo”, observa. O uso do celular e do computador deve trazer vantagens para o período de estudo. Mas, na prática, o que pode ser feito? O Grupo Etapa disponibiliza aos seus alunos videoaulas de curta duração para esclarecer os temas mais difíceis de cada disciplina e também como auxílio à resolução de exercícios. Assim, o estudante tem a possibilidade de tirar as dúvidas em casa, sem precisar se deslocar até o cursinho ou esperar até o dia seguinte para falar com o professor.

Além disso, os estudantes podem ouvir podcasts de programas de rádio para se manterem atualizados sobre temas do cotidiano, notícias recentes, entre outras informações. Os aplicativos podem ser utilizados para que o aluno obtenha informações mais técnicas sobre determinado assunto. No caso de Biologia, por exemplo, é possível entender melhor o funcionamento de algum órgão do corpo com as animações gráficas disponíveis na internet. “É uma informação paralela. Não é que seja a principal ferramenta, mas pode ajudar o aluno a compreender melhor alguma disciplina”, explica Carvalho. O próprio Grupo Etapa tem um aplicativo com as apostilas e as videoaulas, que complementa o que o aluno aprende em sala de aula.

O importante é que o estudante use a tecnologia de maneira racional, como uma ferramenta de apoio aos estudos. Se, no momento da aula, ele tira uma foto da lousa, chega em casa e passa a limpo o que fotografou, ele pode aproveitar o momento da aula para prestar mais atenção no que diz o professor ou resolver algum exercício. “Mas, se o aluno tirar a foto da lousa e a deixa no celular, o conteúdo ficará na memória do equipamento e o aluno não o fixará. O ideal é combinar o bom uso da tecnologia com o bom compromisso do estudante”, observa Carvalho.

Simulado online x simulado tradicional
Apesar da praticidade que a tecnologia proporciona, em alguns momentos, é preferível priorizar o modelo tradicional de estudo, com lápis, papel e rascunho. Um simulado online não oferece o mesmo grau de concentração do que um simulado tradicional. “Quando o aluno lê na folha de papel, dispersa menos. O simulado online pode ser útil também devido aos extensos bancos de questões, mas não deve ser o principal meio para treinar para as provas”, avalia Carvalho.

Aliança entre três farmacêuticas acelera a realização de exames que ajudam a definir a melhor estratégia terapêutica contra esse tipo de tumor

Os novos tratamentos contra o câncer de pulmão avançado asseguram uma chance de sobrevida após cinco anos até quatro vezes maior do que a quimioterapia. Só que, para usá-los, o paciente precisa se submeter a exames que podem tomar tempo demais e, assim, inviabilizar a estratégia – é aí que entra o projeto Inspire.

Fruto de uma união entre as farmacêuticas AstraZeneca, Bristol-Myers Squibb (BMS) e Pfizer, a iniciativa vai oferecer gratuitamente três testes sequenciais que verificam se o tumor de pulmão do paciente conta com particularidades que o tornam um alvo desses remédios novos. E, por sincronizar a realização dessas análises, deve reduzir o número de dias gastos entre a coleta do material – por meio de uma biópsia – e o início do tratamento.

Ficou confuso? Calma que a gente explica tudo direitinho para você.

O câncer de pulmão não é uma doença só
Para entender a inovação do projeto Inspire, cabe um pequeno anexo. Embora estejam no mesmo local, tumores de pulmão de diferentes sujeitos são bem diferentes entre si. Um, por exemplo, pode apresentar uma mutação no gene ALK do seu DNA (sim, o câncer tem seu próprio código genético). Já o outro teria uma alteração no gene EGFR. E um terceiro expressaria uma alta concentração da molécula PDL-1.

Atenção: não escolhemos esses exemplos ao acaso. “Cada uma dessas minúcias moleculares interfere diretamente na escolha do medicamento e no sucesso do tratamento”, diz o oncologista brasileiro Marcelo Cruz, da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos. Subtipos com mutação no ALK (o que ocorre em cerca de 5% dos casos) no EGFR (presente em 20 a 30% dos pacientes brasileiros) são candidatos a dois diferentes remédios enquadrados na chamada terapia-alvo, que visa alvos específicos da enfermidade.

Já versões da doença sem essas mutações, mas que liberam a tal molécula PDL-1 aos montes (o que ocorre em cerca de 30% dos cânceres avançados de pulmão) podem ser combatidas com drogas imunoterápicas. Em resumo, elas estimulam as células de defesa do organismo a atacaram o inimigo.

“O uso adequado dessas terapias de última geração garante melhores resultados com menos efeitos colaterais. É uma revolução”, atesta Cruz. Só que um dos desafios é justamente identificar essas características moleculares, que não aparecem em exames de imagem.

As dificuldades por trás da biópsia
Após o diagnóstico do câncer de pulmão ser confirmado, os médicos fazem uma pequena cirurgia para retirar parte do tumor do paciente e o mandam para os laboratórios para detectar alterações como as descritas acima – é a biópsia. E aí começa o problema.

Para serem reconhecidas, tanto a mutação do gene ALK quanto a do EGFR exigem métodos únicos. O mesmo vale para notar a presença de PDL-1 no câncer. Só que essas diferentes análises a partir da biopsia não costumam ser feitas de maneira sincronizada.

Consequência do desentrosamento: o material coletado  é enviado para avaliar apenas uma daquelas alterações. Em caso negativo, outra solicitação é feita – e, se nada se destacar, vem uma terceira…

Não à toa, dados do Instituto Lado a Lado Pela Vida dão conta de que, no sistema privado, o paciente gasta dois meses e meio entre a confirmação da presença do câncer e o retorno dos resultados da biópsia. Já no Sistema Único de Saúde (SUS), o prazo se estende por até um ano. Enquanto isso, a enfermidade se alastra.

Segundo Cruz, sem a seleção adequada do tratamento, 75% das medicações utilizadas em casos de tumor de pulmão avançado não vão funcionar direito. “Hoje fazemos uma medicina de imprecisão”, ironiza o médico.

A união faz a força
No Brasil, a AstraZeneca já comercializa um remédio que mira aquela alteração no EGFR. A Pfizer, por sua vez, detém a patente de um que ataca a mutação do ALK. E a BMS possui uma droga para aqueles tumores com alta expressão de PDL-1.

A sacada das três farmacêuticas foi oferecer, gratuitamente, os três exames necessários para identificar essas características moleculares de uma só vez, com o mesmo material tumoral. A expectativa é diminuir o tempo de espera dos resultados de 60 para 17 dias úteis. “Essa parceria vai virar um estudo de caso para o mundo. Deve ser um enorme sucesso para a população brasileira”, apoia Cruz.

Na prática, basta o médico responsável pelo atendimento solicitar no programa online da Pfizer (chamado ALK Alvo), da BMS (I-O Detect) ou da AstraZeneca (ID) quais desses testes deseja fazer a partir na biópsia. Embora cada empresa tenha sua plataforma própria, as três contam com os mesmos laboratórios credenciados para fazer a investigação molecular do câncer.

Isso significa que todos os pedidos para um paciente são recebidos uma única vez. “Além de poupar tempo, a iniciativa diminui o risco de a pessoa passar por uma cirurgia adicional para retirar mais tecido tumoral para uma segunda biópsia”, completa Eurico Correia, diretor médico da Pfizer.

Questionados no evento de inauguração do projeto sobre o motivo pelo qual o câncer de pulmão foi o escolhido para o Inspire, os diretores médicos das três empresas reforçaram que se trata do tipo que mais mata no mundo. O oncologista Marcelo Cruz, por sua vez, acrescentou que ele é um dos que, hoje, mais se beneficia da terapia-alvo e da imunoterapia.

Ou seja, algumas outras versões de câncer ainda não têm tantas alternativas terapêuticas. E não adianta solicitar exames que detectam alvos específicos se inexistem remédios para bombardeá-los.

De qualquer forma, os responsáveis pelo Inspire não fecharam as portas para eventuais ampliações no projeto, seja aumentando o número de exames ofertados ou de tipos de câncer atendidos. Mas ressaltam que isso envolveria uma série de análises.

A concorrência
Quase ao mesmo tempo, a farmacêutica MSD – dona de outro remédio imunoterápico – instalou no Brasil um projeto semelhante ao Inspire. Por meio de uma plataforma própria (PD-Point), ela também vai disponilizar gratuitamente e de maneira sincronizada os exames que detectam a presença de mutações nos genes ALK e EGFR e da alta expressão de PDL-1.

Aí é uma questão de escolha do próprio profissional de saúde, sempre em conjunto com o paciente. Quanto mais opções de qualidade, melhor.

Segundo a ciência, existem, sim, fatores que ajudam e atrapalham a (por vezes, árdua) tarefa de engravidar.

A dificuldade em ter filhos acomete (e, naturalmente, frustra) vários casais. E muitos são os “vilões” acusados de afastar possíveis visitas da cegonha. Você já parou para pensar, no entanto, que alguns de seus hábitos mais queridos podem estar diminuindo sua fertilidade? Pois a ciência comprovou que álcool, cigarro e cafeína podem ter, afinal de contas, culpa no cartório.

Entenda como estas substâncias, parte do cotidiano de alguns brasileiros, atuam a fertilidade de um casal:

Bebida alcoólica atrapalha a fertilidade?
O consumo excessivo é, de fato, prejudicial. Segundo uma pesquisa dinamarquesa, beber mais de cinco copos por semana afeta a qualidade do sêmen — quanto mais álcool, pior. Nas mulheres, porém, a ingestão de até 14 copos por semana não teria efeito, de acordo com outro levantamento feito na Dinamarca. Existem até indícios de que o vinho tinto ajudaria nesse sentido, embora o motivo não esteja elucidado. De qualquer forma, já está bem estabelecido que o abuso diário — ou no fim de semana — mina a saúde e o sonho de ser pai e mãe.

E cigarro e drogas recreativas?
Estes atrapalham e muito! Em 1985, um estudo publicado pela Associação Médica Americana já advertia que fumantes demoram mais para conceber — o cigarro provoca até perda de óvulos. “Mulheres que fumam entram na menopausa de três a quatro anos antes das demais”, nota, ainda, o expert em reprodução humana Giuliano Bedoschi, diretor da Clínica Mater Prime, em São Paulo. Drogas recreativas também têm efeito negativo. O uso regular de maconha pode elevar a taxa de infertilidade nas mulheres e reduzir a contagem de espermatozoides nos homens. Já a cocaína prejudica a formação dos gametas masculinos.

A cafeína dificulta as coisas?
Só se houver abuso. Estudos indicam que há um aumento do risco de subfecundidade (um atraso maior para conseguir conceber) em mulheres que exageram na dose. Um deles, feito em cinco países europeus, observou o atraso na concepção com mais de cinco xícaras de café diárias. Homens também seriam afetados. No Hospital Geral de Massachusetts, nos Estados Unidos, viu-se que aqueles que tomavam duas ou mais doses de expresso por dia tinham mais dificuldades de ser pai durante a fertilização in vitro. Que fique claro: o problema mora no excesso. “De uma a duas xícaras por dia não atrapalham a fertilidade nem a gestação”, garante Melissa.

Com aprovação de apenas 3% da população, presidente tem rejeição maior que Maduro, Trump e presidente acusado de corrupção na África do Sul.

O brasileiro Michel Temer (PMDB) é considerado o presidente com maior taxa de rejeição em todo o mundo. Segundo pesquisa realizada pela consultoria de análise política Eurasia, o sucessor de Dilma Rousseff no Palácio do Planalto detém aprovação de apenas 3% da população brasileira – índice muito pior que o do venezuelano Nicolás Maduro, por exemplo.

A popularidade do presidente Michel Temer também está bem abaixo da do presidente da África do Sul, Jacob Zuma, que enfrenta denúncias de corrupção e, ainda assim, possui apoio de 18% dos cidadãos de seu país. Já Maduro, que trava um confronto político interno com a oposição e viu nos últimos meses a Venezuela ser alvo de críticas e sanções em fóruns internacionais devido à censura e prisão de seus adversários, ainda conta com apoio de 23% de seus conterrâneos.

Além de Temer, a lista dos líderes mais impopulares conta ainda com o mexicano Enrique Penã Nieto, com 28% de aprovação, e da premiê britânica, Theresa May, que possui 31% e conduz o polêmico processo de saída do Reino Unido da União Europeia (chamado de Brexit).

O levantamento da consultoria Eurasia, que foi elaborado com dados coletados a partir do mês de agosto, mostra ainda o controverso presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com 37% de apoio popular. Já o recém-eleito presidente da França, Emmanuel Macron, tem 45% de aprovação. O centrista, apesar de recém-eleito para lidera o país europeu , tem gerado reações internas por seus projetos de reformas.
Denúncias ferem imagem de Temer

A má-situação de Temer mediante à opinião pública se deve, em muito, às acusações e denúncias oferecidas contra o presidente da República.

O peemedebista já foi denunciado duas vezes pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Na primeira delas, Temer era acusado de cometer crime de corrupção passiva. A acusação foi embasada nas delações e gravações entregues pelo empresário Joesley Batista e nas filmagens que mostram o ex-assessor da Presidência Rodrigo Rocha Loures recebendo mala com R$ 500 mil de executivos da JBS.

Na segunda denúncia, rejeitada na noite dessa quarta-feira (25) pelo plenário da Câmara dos Deputados , o presidente Michel Temer era acusado de cometer crimes de organização criminosa, devido à sua atuação junto ao chamado "quadrilhão do PMDB na Câmara", e de obstrução à Justiça, por seu suposto aval ao plano de Joesley Batista para impedir a delação do lobista Lúcio Funaro.

O Cariri Oriental está próximo de ter um representante na série B do Campeonato Cearense de Futebol. Sábado passado o União Brejo Santo aplicou uma goleada histórica de 10 a 0 no Crato. O jogo terminou com o time aplaudido de pé pelos torcedores que quase lotaram as arquibancadas do estádio Geraldo Alves.

Nós também estivemos no estádio e fizemos uma rápida transmissão na nossa página no Facebook. Embora curta, permitiu que milhares de pessoas assistissem ao vivo, 5 dos 10 gols marcados pelo time da casa. Veja no link:

10 Gols em um só jogo
Os gols foram marcados por José Elenilton aos 6 minutos, Tiago Sousa aos 09 e 33 do primeiro tempo e aos 08, 15 e 31 minutos do segundo tempo, Adson da Silva aos 11 minutos do primeiro tempo, Francisco Luciano aos 41 minutos do primeiro tempo e Wildson Sales que marcou aos 34 e em seguida aos 35 do segundo tempo.

Classificação histórica
Depois da goleada de ontem e da vitória de hoje do Barbalha sobre o Campo Grande, o União Brejo Santo está oficialmente classificado para a semi final da série C do Campeonato Cearense. É a primeira vez que uma equipe de Brejo Santo chega tão longe na competição.  O próximo desafio será sábado às 15:30, em Barbalha contra o time da casa. A partida vale o primeiro lugar no grupo.

Apoio
A Prefeitura de Brejo Santo, através da sua Secretaria de Esporte e Juventude tem dado total apoio à equipe e continuará incentivando. A meta é ter um representante do município junto à elite do futebol cearense. Fernando Olivier, Pinga diretor de futebol, Gilmar Mendes técnico da equipe, Mazinho Loiola auxiliar técnico,  João Marcelo fisioterapeuta, Steferson massagista e todo o elenco têm feito um trabalho fundamental para a conquista desses resultados e a torcida tem compreendido ao ponto de garantir um bom público em todas as partidas. Detalhe, a maioria dos ingressos tem sido adquiridos antecipadamente.

Nosso Apoio
Desde o primeiro momento que fomos contactados pelo secretário do esporte e juventude Sérgio Rufino, que temos dado o total apoio à equipe do União, quer seja aqui no Blog ou no Grande Jornal da Integração Regional.

Por iniciativa própria e sem intermediários do governo brasileiro - ou cearense - a chinesa Goldwind, umas das gigantes do setor eólico mundial, vem prospectando negócios no Ceará desde o ano passado, segundo contou Bernardo Santana, sócio da BBMA Advogados e especialista no setor de energia. De acordo com ele, nos últimos meses, a empresa mirou em um projeto de cerca de R$ 2 bilhões localizado no Cariri cearense.

O empreendimento é um parque eólico de 267 megawatts (MW) que já conta com todo licenciamento devidamente aprovado e cuja participação no leilão de energia renovável de dezembro é certa. A negociação, no entanto, ainda não avançou, segundo Santana. "Ainda não chegou ao ponto de discutir se compraria tudo, se quero 70% ou 30% (de participação). Eles (os chineses) ainda estão analisando o risco, porque como não teve leilão para energia renovável no ano passado, muitos projetos ficaram acumulados, o que gerou muita oferta no mercado nacional", revela.

A entrada no Brasil como sócia de um parque eólico, segundo avalia Santana, daria margem para a Goldwind iniciar a venda dos primeiros aerogeradores no País e, assim, abrir caminho para a instalação completa no País.

Hoje, no mundo, ela disputa mercado com grandes players do setor eólico, e encerrou 2016 como a terceira maior produtora de turbinas eólicas do mundo, quase empatada com a norte-americana GE e atrás da líder, a dinamarquesa Vestas Windpower, que já possui uma unidade instalada no Ceará.

O advogado também conta que soube de encontros de representantes da Goldwind com o governo cearense, ainda no ano passado, na tentativa de instalar uma indústria de aerogeradores no Estado. No entanto, a investida no Ceará foi apenas mais uma entre inúmeras já executadas pela empresa em outros estados do Nordeste, como Bahia, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Pernambuco.

Santana conta ainda que os chineses tentaram assumir a unidade de turbinas eólicas da Impsa, em Pernambuco, após a falência da empresa argentina. De acordo com matéria publicada pela agência Reuters, a negociação visava a aquisição de 70% da Energimp, criada pela Impsa e o o fundo de investimentos do FGTS (FI-FGTS). O restante das ações envolvia ainda a chinesa Zhejiang Electric Power Construction Co. (ZEPC) para a construção de oito usinas eólicas cujas obras foram paralisadas.

De acordo com Santana, a tecnologia utilizada na unidade pernambucana era próxima da chinesa e isso viabilizaria o investimento. No entanto, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), conforme diz a Reuters, o acordo foi negado pela Aneel.

Informações do mercado dão conta que a Goldwind analisa o mercado de energia brasileiro há pelo menos três anos. Movimento que coincidiu com a crise econômica, mas que não inibiu o interesse, principalmente, pelo aumento da participação da energia eólica na matriz de geração elétrica nacional.

© 2019 Cariri Online. All Rights Reserved.