Cientistas resolvem o mistério de como e quando o DNA se replica

Janeiro 07, 2019 243
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Uma equipe de cientistas demonstrou que existem pontos específicos ao longo da molécula de DNA que controlam a replicação.

Nas células, o DNA e o material associado se reproduzem em intervalos regulares, um processo essencial para todos os organismos vivos. Esse processo é fundamental na forma como o corpo responde às doenças, por exemplo.

A replicação do DNA foi identificada na década de 1950. Desde então, os cientistas nunca foram capazes de entender o processo.

“Tem sido um grande mistério. A replicação parecia resistente a tudo o que tentamos fazer para perturbá-la”, disse o autor do estudo David Gilbert, pesquisador da Universidade Estadual da Flórida. O artigo científico foi recentemente publicado na Cell.

“Descrevemos tudo detalhadamente, mostramos que o DNA muda em diferentes tipos de células e é afetado pelas doenças. Mas, até agora, não conseguimos encontrar a peça-chave, os elementos de controle ou as sequências de DNA que o controlam”, explicou.

A equipe de Gilbert examinou um único segmento de DNA na mais alta resolução 3D possível e observaram três sequências ao longo da molécula de DNA que se tocavam com frequência.

Foi então que decidiram usar a tecnologia de edição genética CRISPR para remover essas três áreas simultaneamente. Com essa experiência, os cientistas descobriram que esses três elementos juntos eram a chave para a replicação do DNA.

“A remoção desses três elementos mudou o tempo de replicação do segmento desde o início até o fim do processo”, afirmou Gilbert.

Segundo o Sci-News, além do efeito no tempo de replicação, a remoção dos tais três elementos fez com que a estrutura 3D da molécula de DNA mudasse drasticamente.

“Identificamos, pela primeira vez, sequências específicas de DNA no genoma que regulam a estrutura da comatina e o tempo de replicação“, explicou o principal autor do estudo, Jiao Sima, também da Universidade Estadual da Flórida.

“Esses resultados refletem um possível modelo de como o DNA se dobra dentro das células e como esses padrões podem afetar a função dos materiais hereditários“, concluiu.

Fonte: Ciberia

© 2019 Cariri Online. All Rights Reserved.